fbpx
Não seja vítima do ransomware

Não seja vítima do ransomware

Não faz muito tempo, em 12 de maio de 2017, empresas de cerca de 150 países foram vítimas de um dos piores ataques virtuais já ocorridos no mundo. As máquinas das firmas foram atingidas por um ransomware devastador. O vírus foi o responsável por causar a interrupção de centenas de serviços, gerando problemas para diversos usuários. No Brasil, por exemplo, atendimentos junto à Previdência Social, por meio do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), foram interrompidos, consultas médicas em hospitais de renome precisaram ser canceladas, entre outros danos e prejuízos.

Podem parecer casos específicos e pontuais, mas a verdade é que ataques cibernéticos são mais comuns do que se pensa. Dados levantados através de uma pesquisa do grupo Cyber Edge revelam que 61% das organizações foram vítimas de um ataque de ransomware dentro do último ano. Seus dados foram hackeados e bloqueados, além de só serem devidamente devolvidos após o pagamento de uma “quantia de resgate” em dinheiro.

Práticas necessárias para garantir a segurança

Estimativas do Federal Bureau of Investigation (FBI) apontam que, só em 2016, cerca de um bilhão de dólares foram pagos em resgates de arquivos bloqueados por hackers via ransomware. As vítimas eram empresas que se viam encurraladas e sem saída, pois dependiam daqueles dados para dar andamento ao funcionamento da organização.

Na medida em que nos tornamos mais dependentes de equipamentos eletrônicos e da internet ao longo do dia a dia, ficamos mais expostos. Desta forma, há que se agir de modo a preservar os conteúdos online, sobretudo os de caráter empresarial. E uma das principais ferramentas no combate aos criminosos virtuais é o backup regular.

Backup feito por quem entende

A prática do backup é simples e de grande valia para proteger sua rede. Para economizar seu tempo e dinheiro, existem empresas especializadas no serviço, como o Backup Já! São diversos planos, desde o básico até o avançado. Além disso, ainda é possível contratar armazenamento extra ilimitado.

As cópias de segurança são feitas de maneira incremental numa nuvem, com o tempo mínimo de contratação do serviço de um mês. Caso sua empresa opte por cancelar, suas informações permanecerão protegidas por mais 30 dias corridos, a partir da data de inativação. Durante este período, o usuário deve remover todas as informações que considerar necessárias. Passado este tempo, os dados serão excluídos por definitivo. Consulte mais detalhes! Entre em contato com o Backup Já!

Compartilhar:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados